Recents in Beach

header ads

Dead Kennedys - Apresentação Crua e Direta em São Paulo

DeadKennedys por PatriciaLaroca (61)

A lendária banda punk Dead Kennedys em sua turnê California Über Alles se apresentou em São Paulo na casa de shows Via Marquês, no último domingo, 21 de Abril.

O público, em sua maioria os fãs do início da carreira da banda, compareceu em peso.


Oitão abriu o show e levantou a galera com os sucessos de seu primeiro disco 4º Mundo. 
Com uma participação especial chamaram o vocalista Clemente (Inocentes e Plebe Rude) e juntos cantaram“Quanto vale a liberdade” da banda Cólera, fazendo uma homenagem ao vocalista Redson Pozzi, que faleceu em 2011.

Em seguida subiu ao palco os californianos da banda Fang, que fez um show excepcional ! Formada nos anos 80, pelo vocalista Sammytown, eles apresentaram músicas dos álbuns Landshark de 1982, América Nightmare de 1998, e logicamente do seu útlimo álbum, lançado em 2012, Here Come the Cops.
O vocalista que agradeceu algumas vezes com o famoso "Obrigado", disse que aprendeu também as expressões "Eu te amo" e uma outra que não poderia falar publicamente.
Na canção Here Come the Cops, relatou que a polícia sempre encrenca com os skatistas da California, e finalizou Fuck police !! repetida várias vezes pela galera.
Em torno de 40min.a banda, que tinha como fã o vocalista do Nirvana, Kurt Cobain, marcou sua presença de peso. Uma apresentação impecável, que mostrou a essência de suas raizes Punk aos presentes.

Por volta das 22.15h, os lendários East Bay Ray, Klaus Flouride e D.H. Peligro. subiram ao palco seguidos pelo vocalista Skip, que se juntou ao grupo em 2008. Eram os Dead Kennedys, a banda aguardada anciosamente pelo público.
O show rolou entre latinhas voando, as intermináveis rodas de pogo e claro, os "flashs" do público moderninho que insiste em ficar o tempo todo com os braços levantados para gravar todas as cenas possíveis.
O setlist veio recheado de seus grandes sucessos, iniciando com “Forward To Death”, seguidos por Police Truck’, “Let's Lynch the Landlord”, “Kill the Poor”, “MTV Get Off the Air, “Too Drunk to Fuck”, “Moon Over Marin, Nazi Punks Fuck Off .
O ponto alto foi o clássico “California Über Alles”, aguardada pela maioria.
Em seguida fizeram uma pausa, retornando para o bis com as canções Bleed for Me”, “Viva Las Vegas (cover do Elvis Presley) e Holiday in Cambodia“.
Outra breve pausa e o retorno aplaudido pelo público, encerrando a noite com Chemical Warfare”.
A banda fez questão de descer ao photo-pit (local entre o palco e o público) para cumprimentar os fãs que se espremiam afoitos para conseguir tocar nos músicos.
Em seguida circularam na pista, posaram para fotos, distribuiram autógrafos.
Dead Kennedys provou com uma apresentação crua e direta que o Punk não morreu, como muitos afirmam.
Quem presenciou saiu de lá com a sensação de no mínimo ter assistido a um espetáculo histórico - que aliás é bem raro hoje em dia.

No dia seguinte, eles ainda fizeram uma sessão de autógrafos na loja London Calling no Centro de São Paulo.

Oitão por PatriciaLaroca (5) Oitão por PatriciaLaroca (10) Oitão por PatriciaLaroca (12) Oitão por PatriciaLaroca (34) Oitão por PatriciaLaroca (42) Oitão por PatriciaLaroca (51) Oitão por PatriciaLaroca (64)







FANG por PatriciaLaroca (19) FANG por PatriciaLaroca (29) FANG por PatriciaLaroca (40) FANG por PatriciaLaroca (44) FANG por PatriciaLaroca (49) FANG por PatriciaLaroca (61) FANG por PatriciaLaroca (74) FANG por PatriciaLaroca (87) FANG por PatriciaLaroca (114)







DeadKennedys por PatriciaLaroca (10) DeadKennedys por PatriciaLaroca (16) DeadKennedys por PatriciaLaroca (33) DeadKennedys por PatriciaLaroca (43) DeadKennedys por PatriciaLaroca (45) DeadKennedys por PatriciaLaroca (54) DeadKennedys por PatriciaLaroca (60) DeadKennedys por PatriciaLaroca (73) DeadKennedys por PatriciaLaroca (79) DeadKennedys por PatriciaLaroca (80) DeadKennedys por PatriciaLaroca (99) DeadKennedys por PatriciaLaroca (107) DeadKennedys por PatriciaLaroca (116) DeadKennedys por PatriciaLaroca (118)