Recents in Beach

header ads

Frances Bean Cobain : "A morte de jovens músicos não é algo para romantizar"


Frances Bean, filha do músico Kurrt Cobain  recentemente na página de seu twitter discordou das afirmações da cantora Lana Del Rey que declarou seu desejo de estar morta - após um reporter mencionar Cobain e Amy Winehouse na entrevista.
"A morte de jovens músicos não é algo para romantizar", Frances Bean escreveu no Twitter mencionando Del Rey em uma série de tweets. "Eu nunca vou conhecer o meu pai porque ele morreu jovem, e torna-se um feito desejável porque pessoas como você acha que é 'legal'. Bem, não é do caralho. Abrace a vida, porque você só tem uma. As pessoas que você mencionou tiveram a vida desperdiçada. Não seja uma dessas pessoas. Você é muito talentosa para desperdiçá-la".


 Depois de um fã de Del Rey retwittar à Frances Bean para "deixar Lana em paz," a mesma esclareceu seus tweets. "Eu não estou atacando ninguém", escreveu ela. "Eu não tenho nenhuma animosidade para com Lana. Eu estava apenas tentando colocar as coisas em perspectiva a partir de experiência pessoal."




Antes dos tweets de Frances Bean, Del Rey, que concedeu a ENTREVISTA para divulgação do seu recém-lançado Ultraviolence, já tinha lamentado sobre seu comentário, culpando o entrevistador.  Em sua própria série de tweets já excluídos, ela disse que o ele apenas perguntou sobre a morte de artistas. "Lamento ter confiando no The Guardian ", escreveu ela. "Eu não queria fazer uma entrevista, mas o jornalista foi persistente. [Ele] foi disfarçado de fã, mas estava com ambições sinistras. Talvez ele seja realmente um chato procurando algo interessante para escrever." O editor do The Guardian Tim Jonze, que conduziu a entrevista, contradisse sua relutância, chamando-a de "deliciosa companhia."

Alheio a Del Rey, o baixista do Nirvana, Krist Novoselic foi questionado recentemente sobre o suicídio de Cobain em uma entrevista com a Reason TV
Quando o entrevistador perguntou se o cantor e guitarrista era "muito bonito" para este mundo, Novoselic suspirou. 
"Ele era sensível, e depois foi o abuso de drogas", "Ele estava sob muita pressão. Também fez uma má escolha. Ele foi provavelmente muito dilacerado quando decidiu fazer o que fez. Se ele tivesse uma mente clara, não teria feito isso" 
E quando o entrevistador tentou esclarecer se a morte de Cobain foi "uma coisa química", disse o baixista sem rodeios: "Ele era muito viciado em heroína."


Fonte: Korry Grow / Rolling Stone