Recents in Beach

header ads

OZ Storm Festival provando que a cena nacional do Metal está muito viva !


Sábado, dia 28 de Junho rolou o OZ Storm Festival em Osasco, e apesar do clima de Copa do Mundo e um jogo do Brasil marcado para o mesmo horário do evento, o mesmo foi um sucesso, também em termos de público que compareceu em peso.

Os fãs conferiram os shows das bandas No Way, Havooc, Nervosa, Korzus, Ratos de Porão e Krisiun em um local espaçoso, arejado, onde também puderam contar com uma "praça de alimentação" com barracas de salgados e bebidas a preços bem acessíveis.

Nós conferimos as apesentações das bandas Korzus, Ratos de Porão e Krisiun que fechou a noite.




Por volta das 18hs, os músicos da banda Korzus, Marcello Pompeu (vocalista), Heros Trench e Antonio Araújo (guitarras), Dick Siebert (baixista) e Rodrigo Oliveira (baterista) subiram ao palco e em meio aos agradecimentos e discurso do vocalista Pompeu sobre a importância da união da cena do Metal Nacional, foram tocadas canções de todos álbuns dos 30 anos de careira da banda, como
 ‘Guilty silence’ ‘Raise your soul’, ‘Discipline of hate’, ‘Respect’  ‘Catimba’Punisher’, "Agony", "Internally, "Truth, "Who Want To Be The Next".
Quase no final, Pompeu organizou um wall of death divivdindo o público entre Headbangers e Metalheads.







A banda punk Ratos de Porão entrou em seguida quebrando o estilo Metal que dominava o festival e provando que dá para se fazer uma festa com metaleiros e punks juntos curtindo todas as bandas com respeito.
O vocalista João Gordo, Jão na guitarra, Juninho no baixo e Boka na batera iniciaram o set com "Conflito Violento" (canção do mais recente álbum  "Século Sinistro") seguida de "Viciado Digital", "Ascensão e Queda".
Os fãs presentes também puderam conferir outras canções do "Século Sinistro" como "Grande Bosta", "Stress Pós-Traumático"  e as clássicas, "Igreja", "Beber até Morrer", entre outras .
Não faltaram as rodas de pogo e João Gordo tirando um sarro da febre que virou a música "Sou Brasileiro, com muito Orgulho, com muito Amor" que tomou conta do povo nessa Copa do Mundo.




O death metal do Krisiun encerrou a noite com chave de ouro. 
Com a ajuda do público, que cantou junto todas as canções,  Alex Camargo (vocal e baixo), Moyses Kolesne (guitarra) e Max Kolesne (bateria) fizeram uma apresentação impecável. 
No set list, canções como "Ominous" , "Combustion Inferno", "The Will to Potency""Descending Abomination", "Vengeance revelation’", "Conquerors of Armaggedon".
Alex, que agradeceu a presença do público, falou também da importância do apoio dos fãs nesses 24 anos de estrada.

(Confiram mais fotos na FANPAGE)