Recents in Beach

header ads

Dave Grohl 46 anos - Homenagem e Inspiração.

Foto: LastFM

Hoje é aniversário de Dave Grohl, 46 anos
O músico ficou conhecido como o último (e o que permaneceu por mais tempo) baterista do Nirvana.
Ele já tinha passado pelo Scream nos anos 80 e se reinventou após a morte de Kurt Cobain e o encerramento da banda. Fez uma demo, tocando todos os instrumentos, entregou aos amigos, às gravadoras, originando dessa forma, a banda Foo Fighters. 
Assumiu os vocais da mesma e hoje, 20 anos depois continua na ativa arrastanto multidões nas suas apresentações.
E não para por aí.
O músico, conhecido por ser um dos roqueiros mais políticos que existem, se envolve em todos projetos que puder.

Ainda no Nirvana, ele gravou o álbum "Pocketwatch" tocando todos os instrumentos, usando o pseudônimo Late!




Se envolveu em álbuns de bandas como Queens Of The Stone Age, Tenacious D, participou de três trilhas sonoras cinematográficas: "Touch" (1997), "Rising Sun" (2006) e "Sound City" (2013). No último, um documentário sobre o lendário estúdio de mesmo nome, ele também foi diretor e produtor. 
Entre outros tantos não citados aqui, destaco também o último álbum Sonic Highways que foi gravado em 08 cidades diferentes, com a participação de músicos de cada local e por fim, transformado em uma série, na HBO, que leva o mesmo nome.

Ah, e quem não se lembra do "Desafio do balde de gelo"? Grohl não ficou de fora, e publicou um vídeo criativo e divertido, na verdade a sua sacada foi gravar uma paródia do filme "Carrie a estranha".

Em uma das entrevistas, sobre o doc. Sonic Highways, ele fala exatamente sobre o DIY - Do It Yourself, ou Faça você mesmo

Você acha que o senso de comunidade está perdido nos dias de hoje?

As pessoas deveriam perceber, especialmente a nova geração de músicos, que você não pode nada sozinho, e que a cena musical do seu bairro, escola ou banda de garagem é importante. Isso é apoio. A ideia de pessoas se juntando para fazer algo juntas é muito importante. Você não pode simplesmente ir até um microfone e ser repreendido por um bando de celebridades porque você não é bom o suficiente para cantar. Não funciona dessa forma. Eu não quero soar como um nerd, mas esse conceito de faça você mesmo é muito legal.

E esse é um dos motivos maiores que me levaram a escrever sobre ele.  
O músico, um dos poucos, confesso, que me inspira. Que me faz seguir em frente sempre que penso em desistir de algum projeto meu.
É lógico que concordo quando há comparação entre aqui, o Brasil onde tudo é imensamente mais difícil chegar lá, e outros países mais desenvolvidos, onde desde o nascimento, as pessoas são - posso dizer - condicionadas a lutar, ir em frente, em busca dos seus objetivos. Isso é um fato indiscutível, ou não?
Mas, não é motivo para simplesmente não tentar, ou se dar por vencido, entregar a própria sorte, como quiserem chamar.
É, como se diz por aí, "meter as caras" mesmo. 

Principalmente no mundo musical, onde o você é criticado até mesmo quando ainda pensa em formar uma banda, em seguida criticado por pseudos críticos que tem em suas maiores diversões, afirmarem que sua música é um lixo, ou até mesmo criticado em programas de talentos. 
Isso sem contar a barreira dos famosos jabás para tocar em tal festival ou em alguma rádio comercial. 
E só para piorar, tentar se manter financeiramente de sua obra - sem se vender - enquanto muitos outros músicos tocam em troca de bebida, ou em troca de nada mesmo.
Em outra palavras, é um mundo para os Fortes, daqueles que se não aguenta, nem desça para o play - fique em casa e beba leite.
E são exatamente essas situações que separam os Artistas que querem chegar lá daqueles que só estão de passagem até quando a corda arrebentar. 

Enquanto existem sonhos, eu irei lutar por eles. E quando eles quiserem me deixar, pessoas como Dave Grohl estarão lá para não deixar isso acontecer.

"Mas, e se eu não chegar lá"?
Respondo que pior do que não chegar lá é não sair do lugar, ficar paralisado pelo ...E se?
E não, não há nada de errado em desistir de um sonho e dar lugar a outro. 
Errado é não seguir em frente e viver uma vida vazia.

Pense nisso.
Esse vídeo explica muito mais do que eu em poucas palavras escrevi.