Recents in Beach

header ads

Diário de Palco: 20 anos de Monsters of Rock - e os festivais não são os mesmos.


Quem viveu esses anos áureos do Rock 90, irá se identificar com esse texto.
A intensão nem chega a ser saudosista, mas não tem como "não sentir falta" desses eventos.
Hollywood Rock, Phillips Monsters of Rock, Close Up Planet, Rock for Help.. e tantas outras apresentações das bandas solo.

Vocês podem dizer que hoje a facilidade de trazer bandas pras bandas de cá é mais fácil, a internet facilitou a divulgação, e após esse período vieram muitos outros eventos bacanas. Eu concordo, até certo ponto:
Atualmente, os festivais não são os mesmos. Eles podem até serem feitos no mesmo formato, mas nada consegue chegar perto da magia que era estar naqueles estádios.

Antes, você comprava um jornal, recortava o cupom e trocava por ingresso do Hollywood Rock
Hoje, eles visam o lucro, APENAS. Você compra o ticket, paga uma taxa absurda para entregarem na sua casa e taxa PARA VoCê MESMO RETIRAR NA BILHETERIA, enfrentando fila e o caralho.

Ah, não existia a PISTAS VIP





E também não existia o ROCKSTATUS, conhecem? É só observar o público e verá um número gigantesco que está lá, principalmente na vip, apenas para o famoso "ver e ser visto" - "Pois quem curte Rock é descolado e transgressor". 
Essa pista, na minha opinião, serve apenas para o capitalismo. A energia de quem vai curtir por moda, nada tem haver com o espírito do verdadeiro Rock n´Roll. Tudo fica muito blasé.
A essência se perdeu. 
Se observar por alguns segundos essas fotos, feitas pelo fotógrafo mais rock n´roll do Brasil, Mr. Marcelo Rossi, entenderá bem o que estou escrevendo.

Show de Rock era para quem curtia Rock. Para quem não tinha medo de entrar na roda ou ficar esmagado na grade. A gente ia e agitava junto com a banda - o show inteiro. 
Choveu ? Rola na lama.




O evento lotava e era notícia nas rodas do intervalo do colégio nas Segundas-feira.
E eu fico me perguntando se hoje, proibissem a entrada de celular e câmeras, se exinguisse a área vip, os show ainda iriam lotar. 
Se os jovens de hoje conseguem apreciar um rolê e transmitir aos seus colegas - apenas com palavras, emoção e empolgação ......