Recents in Beach

header ads

Diário de Palco: 20 anos do último show da banda que tinha tudo para dar errado: RAMONES



Muita gente está lamentando o dia de hoje pelo fato de completar 20 anos da última apresentação do Ramones.

Aconteceu no Palace, em Los Angeles, EUA, e teve participações históricas, de  Lemmy Kilmister, (R.A.M.O.N.E.S.), Eddie Vedder, (Any way you want it), Rancid (53rd and 3rd) entre outros.

Os fãs que estavam lá, ou em algum outro show da banda, nunca irá esquecer o legado. Nem os fãs que nunca tiveram a oportunidade de assisti-los ao vivo, como eu, por exemplo.
Mas para quem contribuiu para que toda a história fosse construída, não é bem assim:

"Nunca me despedi de nenhum Ramone individualmente, mas dei um tchau geral, tipo ' Até a próxima, pessoal' " 
"Não convidei nenhum Ramone para jantar com a gente" 
"Tivemos uma festa de despedida em casa e também não teve nenhum dos Ramones ... eu nunca falei com Joey, pq eu iria convidá-lo para ir na minha casa? - Johnny Ramone

"A forma como todos os Ramones terminaram, cada um indo para o lado no fim da noite, foi conveniente de certa forma. Eu nem dei tchau para ninguém." - CJ Ramone

"Eu queria sair dali, não dei tchau. Eu saí, comprei sorvete, voltei para o meu quarto no hotel e assisti TV" - Marky Ramone

Eles tinham absolutamente tudo para dar errado, desde o início. 
Mas não só deu certo, como também é uma das mais lembradas quando citamos o Punk Rock. Até quem não tem nada haver com o Rock em si, já ouviu falar.

E só deu certo pq a banda quis exatamente isso. 

Podemos dizer que eles criaram literalmente uma Empresa chamada Ramones, onde Johnny era o chefe e todos tinham suas funções. 
Penalizados pelas merdas feitas (abuso de drogas entre outros), despedidos quando não se adaptavam (Elvis Ramone), muito ensaio e tudo metodicamente planejado. 




Finalmente, se suportavam em nome de um Amor que eles mesmo nunca cultivaram entre si: o amor pelo punk rock, pelo palco, por fazer o que se gosta. 

Racionalmente, eles davam certos juntos. E dessa forma, racional eles construíram um império que mexe até hoje com todas nossas Emoções.

Como escrevi, eu não fui ao show da banda. Mas em se tratando de emoção, sim, eu cruzei com a Lenda Joey em um dos backstages de um festival na dec de 90. 
Quebro minha cabeça até hoje, mas não me lembro qual foi. 
Enfim, cruzar com aquele cara alto, magro, cabelo no rosto calça jeans rasgada.. foi incrível.
Eu não fiz nada além de olhar...e ele passou por mim, de mãos dadas com uma loira da meia calça rasgada, sumiu no corredor, depois sumiu dos palcos e finalmente (com todo pesar), deixou esse mundo para sempre.

Mas o "legado Ramoníaco"... aaahhh esse será inegavelmente Eterno.