Recents in Beach

header ads

41º Tanabata Matsuri | O quê fazer em São Paulo





Esse ano - se não me falha a memória - foi a 4a edição do Festival das Estrelas, que acontece todo ano na Praça da Liberdade em São Paulo, que eu fui.
Quem perdeu essa edição, se programe para ir ano que vem.
Por ser um evento bem "famoso", o bairro da Liberdade fica lotado de pessoas, comidas, danças típicas, e bambus com milhares de Tanzakus.
Se você não gosta de multidão, sugiro arrumar assistir ao evento pela redes sociais. 
O curioso é que por ser um evento japonês, encontrei poucos isseis, nisseis, sanseis, passeando por lá. Mas ao contrário, a maioria trabalhava nas barraquinhas.
Os supermercados e as lojas estavam abertos - fui no Sábado - e consegui até comprar uma bandeja de Gyoza por 5 pila apenas !

Encha a pança, faça seu pedido no Tanzaku, pendure no Bambú e aproveite também para soltar sua criatividade e fazer várias fotos da decoração. Só não vacile !  Fique de olho à sua volta e deixe as bolsas e mochilas na frente do corpo. Celular no bolso de trás, nem pensar !!!! Estamos no Brasil, né?
Bom Divertimento !!!


Você conhece a historia do Tanabata Matsuri?
(fonte: site Coisas do Japão)

Ele geralmente ocorre no 7° dia do 7° mês de cada ano, e celebra o encontro romântico entre a princesa Orihime e o criador de gado Hikoboshi que atravessam a Via Láctea uma vez por ano para se reencontrarem.


Segundo essa mitologia, a princesa tecelã Orihime, filha de Tentei (poderoso deus do reino celestial), se apaixonou pelo pastor de gado Hikoboshi (também nomeado Kengyu ). Dedicados ao romance, eles deixaram de lado as tarefas e as obrigações diárias.

Por causa da falta de responsabilidade, o pai de Orihime decidiu separá-los, obrigando-os a morar em lados opostos da Via Láctea (rio Amanogawa). Sentindo a tristeza da filha, ele autorizou o casal a se encontrar uma vez por ano (no sétimo dia do sétimo mês do calendário lunar) com uma condição: eles precisavam atender a todos os pedidos vindos da Terra.

Dessa forma, todo o sétimo dia do sétimo mês, Orihime atravessa a Via Láctea para encontrar o seu amado Hikoboshi. Perto desse dia, realiza-se o Tanabata Matsuri. Acredita-se que, se no dia do reencontro estiver chovendo, Orihime e Hikoboshi não conseguem atravessar a Via Láctea (rio Amanogawa). Logo, o encontro só poderá acontecer no ano seguinte.


Durante o Festival, existe o costume tradicional de se escrever desejos no Tanzaku (tira de papel colorido), que depois são pendurados em ramos de bambu, na esperança de que o desejo se torne realidade. Cada cor do tanzaku tem um significado: amarelo – dinheiro, rosa – amor, vermelho – paixão, azul – proteção e saúde, verde – esperança e branco – paz. No final da festa, os papéis são queimados para que os desejos cheguem ao céu, e assim, Orihime e Kengyu possam receber e realizar os pedidos.